Em pouco mais de um mês, a Microsoft lançará o mais novo integrante da família Xbox: o Xbox One X. Este será o console mais poderoso já lançado, suportando 4K nativo (mas nem sempre), 60 quadros por segundo (mas geralmente não), e oferecendo vários jogos impressionantes, como apresentado na conferência da empresa na E3 deste ano (apesar de que todos eles podem também ser jogados em outras plataformas). Será que esse caro console vai virar o jogo a favor do Xbox One nessa geração?

Com um lançamento agendado para 7 de novembro de 2017, a Microsoft escolheu um título para mostrar ao público todo o poder e potência do Xbox One X: Super Lucky’s Tale, um jogo que, apesar de ter uma arte lindíssima, não parece representar toda a monstriosidade anunciada para o console. Além disso, será lançado simultaneamente para computadores na Windows 10 Store, seguindo a iniciativa Xbox Play Anywhere, que apesar de positiva para o consumidor, é um tiro no pé de um ponto de vista empresarial.

oxuMJHNSuper Lucky’s Tale possui uma arte muito bonita, mas não parece requerer tanto poder bruto.

Sim, Super Lucky’s Tale provavelmente será um jogo muito divertido, mas esse não é o ponto do Xbox One X. Ninguém em sã consciência comprará um Xbox One X para jogar Super Lucky’s Tale em 4K, porque não é um jogo feito para ser graficamente realista. Para isso já existe o Xbox One ou até um PC barato.

O segundo título que a Microsoft faz questão de mostrar desde a E3 de 2014, e que seria um ponto alto para o novo console é Crackdown 3, um jogo que lembra muito a franquia Saints Row. Porém, este também não busca o realismo em seus gráficos, e usa um estilo de Cel Shading. E, além disso, o jogo foi adiado mais uma vez até a primavera de 2018 (outono de 2018 no Brasil). Novamente, ninguém comprará um Xbox One X para jogar Crackdown 3.

Screenshot_1Gráficos de Crackdown 3 não impressionam, e jogo ainda levará tempo para ser lançado.

Por fim, o único dos jogos da Microsoft que claramente foi feito pensando no Xbox One X: Forza Motorsport 7. O título realmente apresenta gráficos impressionantes e rodará em 4K e 60 quadros por segundo no novo console. Além de também ser lançado na loja do Windows 10, possibilitando que qualquer jogador de PC compre o jogo sem possuir um Xbox, Forza Motorsport 7 já é o quinto jogo da franquia lançado desde o final de 2013, quando o Xbox One original foi introduzido no mercado, depois de Forza Motorsport 5, Forza Horizon 2, Forza Motorsport 6 e Forza Horizon 3. Simuladores de corrida já não costumam vender bem, e a franquia já parece desgastada com toda essa superexposição.

1ee88103-53f1-446d-9175-5c89195b7dc1A franquia Forza já parece desgastada após tantos lançamentos para a mesma plataforma.

O preço do Xbox One X é de 500 dólares nos Estados Unidos. Mas tenha em mente que o Playstation 4 custa 300 dólares já com um jogo incluso e o Switch custa 300 dólares. Com a Black Friday bem próxima, será possível encontrar ambos consoles por 250 dólares. Nenhum consumidor padrão, que compra games casualmente poucas vezes por ano escolherá o Xbox One X, conseguindo dois consoles e um jogo pelo mesmo preço.

E, apesar de oferecer mais de 8 milhões de pixels na tela ao mesmo tempo, é muito difícil perceber, a olho nu, a diferença entre Full HD e 4K, a não ser que sejam comparados em um grande monitor. É por isso que todas as comparações mostram pedaços muito pequenos na tela.

Sim, o preço do Xbox One X é justíssimo pelo oferecido, mas o consumidor padrão simplesmente não se importa. Apenas os gamers apaixonados pela Microsoft comprarão esse console, e isso não consegue sustentar nenhuma marca (vide Wii U). E os gamers mais dedicados que não preferem a Microsoft mas ainda querem uma experiência 4K comprarão um PC ultra potente por um investimento pouco maior, que durará muito mais tempo e pode fazer muito mais coisas.

nintendo-switch-playstation-4-xbox-one-featureO Xbox One X custa o mesmo preço que um PS4 e um Switch juntos.

Xbox One X é um console caro, sem exclusivos, e desnecessariamente poderoso, que dificilmente ressucitará o Xbox One nessa geração, tendo em vista que o console vendeu apenas 30 milhões de unidades, metade do que vendeu o Playstation 4. Talvez ele tenha sido feito muito cedo, talvez a Microsoft devesse ter guardado todo esse poder para a próxima geração, talvez devessem ter focado em software, e não em hardware. Infelizmente, esse parece não ter sido um movimento muito inteligente, mas torço para que a marca Xbox se recupere logo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s