Finalmente a Ubisoft atingiu o potencial no novo jogo de uma de suas maiores franquias. Assassin’s Creed Origins chegou para PS4, Xbox One e PC dia 27 de outubro de 2017 e provou a todos que, após diversos fiascos da série, conseguiriam fazer algo bom e sem (tantos) erros. E foi tão bom que posso dizer tranquilamente que é o melhor da franquia, já sendo comparado a títulos como The Witcher 3: Wild Hunt e The Elder Scrolls V: Skyrim.

 

ACO_CurseofPharaoh_Thebes_ScorpionFight_1507597412
Depois de vários fiascos, a Ubisoft finalmente acertou com Origins.

 

Assim como todos os outros jogos, reúne vários fatos históricos para ficarem de fundo na história principal. Escolheram dessa vez um período encantador para essa função: durante o Reino Ptolemaico. Figuras históricas como Julio César e Cleópatra aparecem no jogo também. Se você não souber o que tudo isso significa, saiba que se passa no Egito, e o clima do jogo faz você querer entender o que está se passando. Tumbas, faraós e pirâmides enfeitam o jogo nesse sentido. Mas o que importa é Bayek, protagonista que é o ultimo “protetor de faraós” e é muito reconhecido na região por ser corajoso e simpático com todos. Com certeza o melhor personagem de toda a série. O desenrolar da trama se dá após uma tragédia que aconteceu a seu filho, e o faz viajar em busca de vingança.

 

s5-7f761d06ff8d326eb03e1e9532696ada
Bayek é, sem dúvidas, o melhor protagonista que a série já viu.

 

Antes de começar a jogatina, tinha em mente que não deveria criar expectativas sobre o jogo, porque sabia que os mesmos erros aconteceriam novamente. Foi um tiro no pé, e foi completamente o contrário do que imaginava. Uma narrativa ótima, uma jogabilidade com muitas inovações (como usar uma águia para ter visão do mapa e um novo sistema de batalha) e alguns elementos de RPG muito recompensadores fazem do título um dos melhores do ano.

Dando uma visão por cima, no início o jogo permanece bem difícil. É realmente confuso entender todos os comandos de primeira e requer algumas horas para se familiarizar, mas quando se é entendido, você percebe o quão bom é. Os elementos de RPG no jogo deixam o mais complexo, mas esse é o melhor ponto do jogo. Sem ele seria uma experiência apenas normal.

 

1843-4
Os elementos de RPG são extremamente importantes para manter o jogo interessante.

 

Os gráficos são estonteantes. Jogando no Xbox One percebi quedas de FPS constantes, e juntamente com alguns bugs que atrapalham muito são as únicas coisas do jogo que são ruins. No PC já muda de figura e os gráficos são mais lindos ainda, agora não travados nos 30 frames. A trilha sonora não se destaca mas é muito boa também.


Conclusão

Assassin’s Creed Origins é um dos melhores de todos os tempos da Ubisoft, senão o melhor, e merece ser jogado por todos os tipos de jogadores porque consegue conciliar um grande enredo com uma inovadora jogabilidade.


O melhor

  • Sistema de batalha perfeito e equilibrado
  • Elementos de RPG inovadores e recompensadores
  • Narrativa que te prende

O pior

  • Dublagem em português horrível
  • Bugs que atrapalham o seguimento do jogo
  • Quedas de FPS nos consoles

9/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s