Listas

Os 10 melhores jogos indie de simulação

Os jogos de simulação se caracterizam, em geral, por emularem atividades da vida real, mesmo que essas sejam aplicadas para uma reviravolta mais “mágica”. Para melhor guiar suas compras, listamos aqui os dez melhores indies que se auto-denominam de simulação:


10. Golf Story

Inspirado no antigo Mario Tennis para o Game Boy Color, Golf Story é muito mais que um simples jogo de golfe, incorporando elementos de RPG e com uma história que guia a jogatina. Tudo isso é embalado pela Sidebar Games em um visual e trilha sonora relaxantes para uma experiência inesquecível.

Lançado em 28 de setembro de 2017. Disponível para Switch.


9. Kerbal Space Program

Jogos baseados em física geralmente a utilizam para criar cenários engraçados ou inusitados. Kerbal Space Program, porém, apesar de seus personagens cômicos, é um simulador surpreendentemente preciso das mecânicas de um lançamento espacial, fato que o levou a ser generosamente premiado em feiras de jogos ao redor do mundo. Desenvolvido pela Squad, uma sequência está agora sendo desenvolvida por sua publicadora original, a Private Division.

Lançado em 27 de abril de 2015. Disponível para PC, PlayStation 4 e Xbox One.

Comprar: Steam | GoG | PlayStation Store | Microsoft Store


8. Keep Talking and Nobody Explodes

Keep Talking and Nobody Explodes, da Steel Crate Games, é o jogo de cooperação definitivo. Nada se compara à angústia que ambos os jogadores sentem enquanto um tenta decifrar um manual propositalmente confuso e outro tenta desarmar uma bomba sem qualquer conhecimento sobre a mesma. Ele até extrapola os limites do que pode ser considerado um jogo de videogame, já que a utilização mais recomendada do manual é em papel. Se há uma palavra que pode definir Keep Talking and Nobody Explodes, essa palavra é criatividade.

Lançado em 16 de julho de 2015. Disponível para PC, PlayStation 4, Switch, Xbox One e Android.

Comprar: Steam | PlayStation Store | Microsoft Store | Google Play


7. Slime Rancher

Com jogabilidade simples e agradável e com mecânicas muito bem planejadas e que se correlacionam muito bem, Slime Rancher, da Monomi Park, vai fazer horas parecerem minutos, mas vale a pena para ver um monte de bolas de gel fofinhas e sorridentes.

Lançado em 1 de agosto de 2017. Disponível para PC, PlayStation 4 e Xbox One.

Comprar: Steam | PlayStation Store | Microsoft Store


6. ABZÛ

ABZÛ, da Giant Squid Studios, é uma experiência rica em audiovisual. Seu universo é feito para ser apreciado, e todas as horas de gameplay servem para preencher algum vazio interno do próprio jogador. A cada momento, o jogo reforça que sua arte é o ponto mais forte, e ela cria emoções avassaladoras.

Lançado em 2 de agosto de 2016. Disponível para PC, PlayStation 4, Switch e Xbox One.

Comprar: Steam | PlayStation Store | Microsoft Store


5. Lonely Mountains: Downhill

Lonely Mountains: Downhill, da Megagon Industries, é, provavelmente, o melhor jogo de ciclismo lançado nos últimos anos. A atenção a detalhes é louvável e, apesar de alguns tropeços, a ambientação incrível e jogabilidade divertida se sobressaem.

Lançado em 23 de outubro de 2019. Disponível para PC, PlayStation 4, Switch e Xbox One.

Comprar: Steam | PlayStation Store | Microsoft Store


4. This War of Mine

Gerado proceduralmente, This War of Mine consegue emocionar o jogador todas as vezes que é jogado, com novos protagonistas e, consequentemente, novas pessoas a quem se apegar. É o magnum opus da 11 bit studios.

Lançado em 14 de novembro de 2014. Disponível para PC, PlayStation 4, Xbox One, Android e iOS.

Comprar: Steam | PlayStation Store | Microsoft Store | Google Play | App Store


3. Mini Metro

Mini Metro é uma joia do design de inferfaces, oferecendo um sistema de menus e de jogo completamente integrados, mas também é muito mais do que isso. Ele mostra a capacidade dos desenvolvedores na Dinosaur Polo Club de criar um jogo estritamente minimalista que foca apenas no que importa, gerando assim um gameplay desafiador, dinâmico, e principalmente viciante ao extremo. É o tipo do jogo que faz querer jogar “só mais uma vez” para tentar quebrar seu recorde, e acaba prendendo o jogador — no bom sentido, é claro.

Lançado em 6 de novembro de 2015. Disponível para PC, Switch, Android e iOS.

Comprar: Steam | Google Play | App Store


2. Papers, Please

Em Papers, Please, Lucas Pope demonstra sua incrível capacidade de transformar algo monótono em uma mecânica divertida e viciante. Como um agente de imigração na fronteira de Arstotzka, um país fictício da antiga União Soviética, o jogador encontra personagens muito carismáticos, músicas altamente atmosféricas e mecânicas de jogo viciantes, que aumentam a dificuldade gradativamente de forma muito suave e natural. O jogo não levou Lucas Pope aos holofotes à toa.

Lançado em 8 de agosto de 2013. Disponível para PC, PlayStation Vita e iOS.

Comprar: Steam | PlayStation Store | App Store


1. Stardew Valley

Desenvolvido por uma única pessoa, Eric Barone — mais conhecido como ConcernedApe –, Stardew Valley é muito mais do que um simulador de fazenda, ou até mesmo do que uma homenagem aos antigos jogos de Harvest Moon. Além de uma jogabilidade viciante, ele consegue criar um mundo acreditável e cheio de carisma, onde não só cada pessoa, como cada animal e pedaço do mapa possui uma personalidade única e memorável graças a uma direção de arte impecável. Assim, o jogador se perde nesse universo maravilhoso, onde horas passam como minutos.

Lançado em 26 de fevereiro de 2016. Disponível para PC, PlayStation 4, PlayStation Vita, Switch, Xbox One, Android e iOS.

Comprar: Steam | PlayStation Store (PS4) | PlayStation Store (PSVita) | Microsoft Store

Comments (0)

Deixe uma resposta

Não perca nenhuma novidade!
%d blogueiros gostam disto: