Análises

Oxenfree – Análise

Oxenfree é um jogo de suspense que foi desenvolvido pela Night School Studio, e sua história é declaradamente o ponto mais forte. Uma prova disso é que foi indicado no The Game Awards 2016 na categoria “Melhor Narrativa”. Foi publicado para PC e Xbox One dia 19 de janeiro de 2016, PS4 em 31 de maio de 2016, iOS em 17 de maio de 2017 e Nintendo Switch em 6 de outubro de 2017.

Oxenfree é um jogo de aventura onde Alex, a protagonista, e seus amigos vão para uma ilha assombrada — eles obviamente não sabiam dessa informação quando decidiram ir — para se divertirem e acabam descobrindo vários mistérios. É uma história com alguns clichês de filmes de terror da década de 80, porém continua sendo única e interessante. Para entender o que se passa, terá de desenvolver várias conversas com quem está perto.

DsYg1NBXgAA6Xtz
Era para ser somente uma viagem como qualquer outra.

Alex, uma adolescente rebelde, e seus amigos planejam fazer uma festa para esquecer de momentos difíceis em suas vidas. Escolhem uma ilha misteriosa e vão até ela. Lá, encontram mais pessoas, criam novos amigos e tudo corre muito bem, até observarem um estranho triângulo no mar. Logo, Alex e Jonas (um dos amigos) tentam entender o que se passa e descobrem a razão de toda essa assombração. Já adianto que é surpreendente.

No jogo, uma das principais formas de obter informações é através de um rádio, que ao ser sintonizado toca áudios em código morse. Boa sorte tentando decifrá-los. O “pior” de tudo é ter que explicar depois a todos o que eles transmitiram. Um ponto incrível do enredo é que se compararmos cada personagem no início e no final do jogo, eles parecem ter amadurecido muito. Cada ação tem um impacto gigante na história, e tudo muda muito o rumo do jogo.

DsYgypsW0AALu8q
No fim da festa descobrem que estão em perigo.

Basicamente você só tem de conversar e andar, mas o jogo é tão complexo que compensa. Confesso que em várias partes tive de aguentar diálogos irritantes de adolescentes frustrados, mas é isso que faz parecer tão real e natural. Personagens tão bem caracterizados que em certos momentos são eles mesmos, e em outros tentam fingir ser outras pessoas. Já sobre outro fator importante, que é o caminhar, me irritou bastante o fato da câmera ser muito aberta. Ela deixa a personagem pequena na cena em meio a um mapa enorme. Existem dois pontos ruins nisso: o primeiro é que a ambientação é bonita, porém desnecessária. Já sabemos que o local é grande, não precisava exagerar no visual; o segundo é que a personagem anda muito lentamente, o que também acaba com parte do dinamismo.

DsYg3oxWkAE09zC
Ele demonstra muito bem parte do comportamento adolescente.

O fator replay é bom. A campanha dura cerca de 3 horas, mas depois de terminá-la, pode ser jogado novamente para encontrar algum outro final, e a protagonista mostra já saber o que pode acontecer se repetir todas as ações, o que muda um pouco o ritmo do jogo. Segundo o site How Long to Beat?, o jogo completo dura 13,5 horas.

A trilha sonora é a parte que mais reforça o poder da narrativa. Possui várias músicas, e todas parecem ter alguma referência a filmes de ficção científica ou terror. É no mínimo impressionante um jogo tão curto ter uma trilha sonora de quase 2 horas. Essa variedade mostra a preocupação que tiveram com seu desenvolvimento. Já em relação aos efeitos sonoros, combinam muito com sua temática thriller. Todos os personagens têm dublagens próprias em todos os diálogos, e são muito boas. Cada fato complementa ainda mais a experiência.

A direção de arte é simples, mas muito boa. Sua arte em 2D tem vários diferenciais, como os personagens, que são feitos em 3D, enquanto os cenários são desenhos normais, feitos à mão, e são extremamente detalhados. Suas animações são boas, mas senti que algumas não são tão fluídas, como as de pular ou escalar.

DsYgvfbWsAYURrT
Os cenários são muito detalhados.

Oxenfree é um jogo que se inspira em filmes clássicos, mas em todos os pontos consegue ser único. Usa de vários elementos para criar uma atmosfera tensa certeira. Usa muito bem as escolhas do jogador para criar finais surpreendentes. Se você gosta de uma boa narrativa, é um jogo obrigatório.


Conclusão

Oxenfree é um jogo onde as escolhas do jogador importam muito, e esse fato misturado a uma atmosfera incrível e uma narrativa melhor ainda criam uma recordação muito boa para os que jogaram. Infelizmente tem alguns erros, como a posição da câmera e a velocidade do jogador, mas toda essa experiência pode fazer você esquecê-los.

Anúncios
Previous Article
ABZÛ – Análise
Comments (0)

Deixe uma resposta

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios
Não perca nenhuma novidade!
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: