Análises

Subnautica – Análise

Se você procura um bom jogo de exploração, essa é a pedida certa. Um contexto insano, uma jogabilidade quase impecável e um maravilhoso mundo aberto fazem com que Subnautica seja uma das melhores experiências do gênero. O jogo foi desenvolvido pela Unknown Worlds Entertainment e ficou em Early Access por mais de 4 anos. Pela mesma empresa, foi publicado no dia 23 de janeiro de 2018, para PC, PS4 e Xbox One.

Subnautica é um survival horror onde o protagonista teve de evacuar para um planeta desconhecido, o 4546B. Seu objetivo, na pele dele, é usar a natureza como sua maior aliada para sobreviver, mas tendo muitos cuidados para não morrer. Um dos maiores focos do jogo é a pegada aterrorizante, que é o maior pilar da imersão do jogador. Nesse mundo você tem de coletar suprimentos, alimentos e afins, construir inúmeras coisas e principalmente explorar esse gigantesco oceano — sem escapar de alguns sustos.

dwgncn4woaa3o_g
Um dos focos do jogo é a coleta de suprimentos.

O mundo aberto tem inúmeras possibilidades. Você é livre para fazer o que quiser. O sistema de crafting funciona através do que você coleta no mar, e a partir disso você pode construir novos equipamentos ou aprimorar sua base. Adoro a forma com que o jogo faz tudo parecer tão fácil ou inofensivo. Ele te introduz a inúmeras coisas, e todas são complexas da maneira certa. Nunca sobrecarrega a cabeça do jogador do mesmo jeito que a maioria dos outros do gênero fazem.

dwgnuzoxgaewnwz
Gerenciar uma base nunca foi tão divertido.

É incrível atravessar o mar e ver tantas formas de vida. Antes de jogar, achava no mínimo agonizante a ideia de explorar algo assim. Joguei a versão completa e em uma parte da Early Access, e o que já era bom se tornou ainda melhor. É um mundo que realmente parece estar vivo. É impagável interagir com certos animais ou admirar algumas paisagens, por exemplo. Mas nem tudo é um mar de rosas: existe o terror do jogo. O que parecia tão dócil se transforma em um pesadelo quando você já não está mais tão perto de sua base. Essa imensidão de criaturas passando ao seu redor enquanto você está tentando achar algo específico é amedrontadora. Não achem que estou criticando, estou sim elogiando muito, porque criar uma atmosfera assim em um jogo como esse é algo extremamente difícil. Ela funciona muito bem, e é uma das coisas mais únicas e inovadoras desse título.

dwgnylpwwaaol29
A exploração é única e surpreendente.

Além de você fazer o que quiser, ainda pode adaptar o jogo às suas preferências com quatro modos de jogo. São eles o Modo Livre (não precisa se preocupar com vida, fome, sede e afins), o Criativo (pode fazer qualquer coisa e ainda não tem como morrer), o Sobrevivência (como já diz o nome, é o jogo normal, onde você tem de buscar suprimentos) e o Hardcore (igual ao modo anterior, mas somente com uma vida).

A dificuldade é relativa: depende do modo de jogo que você escolher. O jogo se adapta ao seu estilo. O fator replay é extremamente alto, porque a chance de você viciar no jogo é grande, e como já disse, existem milhares de coisas para se fazer nesse vasto mundo, tudo ao seu tempo. Levando isso em consideração, a duração do jogo é de no mínimo quinze horas, mas pode levar até mais de cem. Mesmo após o término continua divertido, então você não parará tão rapidamente.

Imagine-se no fundo do mar procurando algo, e passam peixes, tubarões ou até mesmo monstros ao seu lado. A tensão vem mais dos sons do que do que você está vendo na tela. Os barulhos de todos os objetos e formas de vida a sua volta são incrivelmente bem feitos, e o jogador se sente verdadeiramente na pele do protagonista. Chega a ser surpreendente o jeito com que Subnautica transmite essas emoções. Sendo assim, toda a parte de áudio é ótima.

Agora vamos para a parte que mais prejudica o jogo. O visual era para ser belíssimo, e quase chega nesse ponto, mas existem problemas técnicos que afetam negativamente o jogo todo. Analisei o jogo pelo PC, mas quando joguei no Xbox One, era praticamente injogável. Ficava nos 30 FPS, mas caía toda hora, e eram quedas bruscas na maioria das vezes, mesmo sem fazer grandes movimentos. Chegava a dar raiva. Já no PC, enfrentei poucos problemas como esses, mas mesmo assim tiveram alguns. Os gráficos deveriam ser absurdos de bom, mas sua otimização os sabota. Ignorando esses problemas, os designs de personagens, equipamentos e do próprio mundo são ótimos. Tem uma arte muito bonita e suas animações são bem fluidas, parecem sofrer impactos do mar de uma maneira satisfatória.

dwgnar4wwaaepba
A direção de arte é uma das melhores partes do jogo.

Subnautica é o jogo perfeito para quem quer se perder no tempo. É imersivo e único. Parece ter uma premissa comum, mas é surpreendente de todas as maneiras possíveis. Merece a atenção de todos, pois esse é um verdadeiro tesouro perdido entre tantos lançamentos do ano.


Conclusão

Subnautica é um survival horror que era para ser um dos melhores jogos de todos os tempos, mas sua otimização o prejudica drasticamente. É imersivo, tem uma história caótica, um visual agradável, efeitos sonoros incríveis e um gameplay que acerta em praticamente todos seus pontos.

Anúncios
Comments (0)

Deixe uma resposta

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios
Não perca nenhuma novidade!
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: