Slime Rancher – Análise

Poças de gel e suas fezes valiosas: o negócio do ano!

Pikuniku – Análise

Loucura interativa.

The Red Strings Club – Análise

Uma lição de humanidade.

Sunless Skies – Análise

A aterrorizante irracionalidade.

We Happy Few – Análise

Uma história frustrante sobre felicidade.

Super Meat Boy – Análise

O filé mignon dos jogos de plataforma.

Subnautica – Análise

Um oceano de possibilidades.

Os 10 melhores jogos indie de 2018

O ano de 2018 foi emblemático para indies. Mas quais foram os 10 melhores?

Celeste – Análise

A cada passo, um aprendizado.

GRIS – Análise

Sentimentalidade aquarelada.

Desert Child – Análise

Muito estilo, pouca substância.

Return of the Obra Dinn – Análise

Um mar de maldições.

Q.U.B.E. 2 – Análise

Diversão ao cubo.

The Messenger – Análise

O carteiro mais habilidoso.

Moonlighter – Análise

A jornada de superação de um jovem aventureiro.

The Game is a Lie Awards 2018

O melhor indie de 2018 em cada categoria.

The Adventure Pals – Análise

Uma história de amor, girafas e cachorros-quentes.

Life is Strange: Before the Storm – Análise

Uma verdadeira tempestade de sentimentos.

Oxenfree – Análise

Eu sei o que vocês fizeram no verão passado.

Não perca nenhuma novidade!